Sobre a Conversão

Uma pessoa convertida seja em questões religiosas, políticas ou filosóficas tem convicções enraizadas e já montou todo o seu arcabouço ideológico para pensar de uma determinada maneira. A forma de enxergar o mundo e os fatos que nele acontecem está vinculada a esse modelo mental.

Um convertido filtra as informações e evidências que interessam e que validem sua forma de pensar e despreza todos os demais, mesmo que façam sentido. Um convertido tende a ficar imerso em sua bolha ideológica, sofrendo do viés de confirmação.

Um convertido não será convencido por alguém que pensa diferente, independentemente de quão racionais, lógicas e evidentes forem as argumentações utilizadas pelo outro.

Os convertidos são, enfim, pessoas que tem FÉ. São pessoas que ACREDITAM.

Assim, tem gente que acredita:

  • em OVNIs e ETs;
  • em abdução por ETs;
  • em duendes, fadas e gnomos;
  • em signos do zodíaco, horóscopo e mapa astral;
  • em videntes, cartomantes, oráculos, tarô e búzios;
  • em Reiki, florais de Bach e homeopatia;
  • em coaching quântico;
  • que a Terra é plana;
  • nos Illuminati e na Nova Ordem Mundial;
  • que a chegada do homem à lua é um filme produzido pela NASA;
  • que Elvis não morreu;
  • no monstro do Lago Ness e no Pé Grande;
  • que aliens construíram Stonehenge e Machu Pichu;
  • que vacinas causam autismo;
  • que há 2 mil anos um homem andou sobre as águas do mar da Galileia, multiplicou peixes e pães, morreu e ressuscitou 3 dias depois;
  • que é possível falar com pessoas mortas;
  • que explodir-se matando infiéis o levará para um paraíso com 72 virgens;
  • que um espírito ancestral evoluído reencarna de tempos em tempos num monge tibetano;
  • que uma revelação feita por um anjo permitiu a localização de placas de ouro contendo o texto de um livro sagrado, as quais haviam sido enterradas por um profeta contemporâneo dos antigos indígenas norte-americanos;
  • que pagando 10% de seus rendimentos para um pastor está garantindo um lugarzinho seguro na eternidade;
  • que Cuba e Venezuela são democracias;
  • que os países nórdicos são socialistas;
  • que a China é um país comunista;
  • que no Brasil existem políticas neoliberais;
  • que empresas estatais são estratégicas;
  • que o SUS funciona;
  • que gasto estatal e impressão de dinheiro geram riqueza;
  • que quase metade do orçamento do governo federal vai para o pagamento de juros e amortização da dívida pública;
  • que existe meia-entrada e passe livre;
  • que o 13º salário é um salário extra;
  • que Sérgio Moro é um agente da CIA;
  • que Lula é inocente e honesto;
  • que Paulo Guedes é “G” do BTG Pactual;
  • que Bolsonaro tem capacidade para ser presidente do Brasil;
  • em tratamento precoce e kit covid.

Nas palavras de Tertuliano (155 d.c – 200 d.c), credo quia absurdum (creio porque é absurdo). E você, acredita em quê?

Miguel Gustavo Freitas

Miguel Gustavo Freitas

Administrador, consultor em gestão de pessoas, psicólogo em desenvolvimento, liberal com traços libertários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *