Alguns dão, Outros tiram

Bom Ciclo diário Leitores do Onda Livre.

Nessa aventura que se chama Brasil, tivemos uma semana inundada de notícias.

É uma coisa sobrepondo outra, então fica difícil falar de um assunto “atual” ou “importante”, pois nos dias de hoje, isso deixou de ser uma característica inicial para se tornar um prêmio passageiro.
Já estiquei mais esse pensamento quando escrevi “Silenciar”, caso não tenha lido, espero que possa fazê-lo.

 Fomos tomados por aquela notícia do mendigo com a personal, os áudios vazados do Ministro da Educação Milton falando que estava fazendo lobby com pastores, com atualização sobre a pandemia, massacre na Ucrânia. Mas o ponto que conseguiu obter minha atenção foi o processo que o Deltan Dallagnol foi sentenciado a pagar 70 mil pelo Powerpoint que viralizou na época do julgamento do Lula, centralizando-o no maior esquema de corrupção do mundo(não é exagero).
Essa condenação foi feita em última instancia no STJ por pessoas indicadas pelo governo do PT, contrariando a lógica do fato consumado e argumentando que Lula teve uma agressão moral com aquilo, mesmo sendo verdade, pois vamos lembrar o PT nunca explicou o sitio, o tríplex, o enriquecimento dos filhos, as confissões de todos os envolvidos, ele apenas usou seus indicados/amigos do STF para se livrar da sentença criando um erro burocrático, nunca atacando o mérito da causa, na pratica, não o inocentando das acusações, fazendo assim, a imagem continuar sendo verdadeira.

Mas claro, isso não importa para pessoas que estão “apenas cumprindo ordens”!

Então, vida que segue, Deltan deu entrevistas sobre, choveu de memes, a mídia, comprada e livre, fez o seu trabalho de exibir o caso, distorcido para uma narrativa ou não.
Mas a condenação ainda estava lá e precisava ser paga.

Com isso, começaram a se fazer vaquinhas para pagar esse valor para o Deltan sem ele precisar tirar do seu bolso, e foi um sucesso, em menos de um dia chegaram a mais de 500 mil reais com a promessa do ex- procurador que todo o valor além da multa, iria para uma instituição infantil, o que já mataria na raiz a problematização do que ocorreria com o valor restante.

Então, temos uma segunda reviravolta neste caso, começou a ter notícias que o Lula, sim O Lula que tanto falam ser:
…. “o pai dos pobres” “Para você ser feliz de novo” “ Do tempo que você comia picanha”…
Após ver o resultado da doação, decidiu se sentir mais ofendido e portanto precisaria aumentar o valor da indenização, seguindo o instinto seu instinto mais básico: “tomar”.

E junto com ele veio sua bateria de ataques:
Gustavo Botelho – Dizendo que tem que haver uma prestação de contas, dizendo quase atingindo o Nirvana “Pix po Pix”

Reinaldo Azevedo – Chamando a vaquinha de “desrespeito” com STJ, ele deve ter demorado a escrever mais do que gostaria pois o ataque de risos que tinha enquanto escrevia, deixou o processo difícil.

Tanto o Advogado de lula quanto o Enio Streck comemoram com uma histeria infantil, fruto de um judiciário que faz uma pessoa dizer que não pode viver com um salário de 24 mil.
(Nunca vou esquecer desse áudio!)

Lula e Bolsonaro não agem sozinhos, não teriam capacidade para isso, são muito bem assessorados, todos com um único objetivo: Tirar o máximo proveito de sua situação, não importa de quem ou de qual causa, o importante é pegar.
Temos exemplo desse tipo de pessoa no mundo inteiro: Na Rússia, encheram um estádio, no Brasil trocam educação de crianças por ouro e lobby ou pela superexposição de uma mulher apenas para entretenimento. São um alerta para não nos tornarmos aquilo.


Não conheço nenhum dos nomes que fizeram as doações que irão para o pagamento e posteriormente para o tratamento infantil, mas sei que eles doaram o que tinham e não retiraram de outra pessoa, vi doações de 10 a 100 reais, gente que não aceitou o resultado e ajudou para não ficar tão gritante essa injustiça. Exemplos de atitude para seguir.

Caso não possa doar dinheiro, doe tempo, doe sangue, roupas ou brinquedos, para tirar já temos o aparelho todo montado, e ações como essa me fazem ter esperança que o “doar” esteja nascendo dentro de cada um de nós.

Gostou do Texto? Não Gostou? Comenta ai?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.